LP • ELZA SOARES • 1974

 

(P) 1974, (C) 2021 • NRC

Made In Brazil

 

• Disco Laranja Opaco

• Com Encarte

• Acompanha Revista

 

PRONTA-ENTREGA

ENVIAMOS PRA TODO BRASIL

 

*Imagem ilustrativa

 

Faixas:

 

A1. Bom dia, Portela

A2. Pranto Livre

A3. Não É Hora De Tristeza

A4. Meia Noite Já É Dia

A5. Desabafo

A6. Partido Do Lê Lê Lê

B1. Deusa Do Rio Niger

B2. Quem Há De Dizer

B3. Louvei Maria

B4. Xamego De Crioula

B5. Falso Papel

B6. Giringonça

B7. Salve A Mocidade

 

Sobre o disco:

Necessária, única, gigantesca: Elza Soares é um dos maiores patrimônios vivos da nossa cultura. O clássico álbum de 1974, chega em uma prensagem especial incluindo a faixa bônus “Salve a Mocidade”, lançada originalmente em um compacto no mesmo ano. Trazendo arranjo e regência do mestre Ed Lincoln, o disco apresenta a cantora em um grande momento da sua carreira interpretando um repertório fortíssimo (incluindo “Bom Dia Portela”, “Deusa do Rio Niger” e “Pranto Livre”). Além de registrar o canto avassalador de Elza, o álbum chama atenção por seu instrumental, que une guitarra, órgão e naipes de sopro e de cordas a uma cozinha rítmica de cair o queixo. “Elza Soares” (1974) ressurge em uma edição especial em vinil feita para celebrar o legado de uma das maiores artistas que já nasceu no Brasil.

LP Elza Soares - 1974 (Vinil Laranja Opaco)

R$220,00 R$200,00
Atenção, última unidade!
LP Elza Soares - 1974 (Vinil Laranja Opaco) R$200,00
Entregas para o CEP:

Meios de envio

LP • ELZA SOARES • 1974

 

(P) 1974, (C) 2021 • NRC

Made In Brazil

 

• Disco Laranja Opaco

• Com Encarte

• Acompanha Revista

 

PRONTA-ENTREGA

ENVIAMOS PRA TODO BRASIL

 

*Imagem ilustrativa

 

Faixas:

 

A1. Bom dia, Portela

A2. Pranto Livre

A3. Não É Hora De Tristeza

A4. Meia Noite Já É Dia

A5. Desabafo

A6. Partido Do Lê Lê Lê

B1. Deusa Do Rio Niger

B2. Quem Há De Dizer

B3. Louvei Maria

B4. Xamego De Crioula

B5. Falso Papel

B6. Giringonça

B7. Salve A Mocidade

 

Sobre o disco:

Necessária, única, gigantesca: Elza Soares é um dos maiores patrimônios vivos da nossa cultura. O clássico álbum de 1974, chega em uma prensagem especial incluindo a faixa bônus “Salve a Mocidade”, lançada originalmente em um compacto no mesmo ano. Trazendo arranjo e regência do mestre Ed Lincoln, o disco apresenta a cantora em um grande momento da sua carreira interpretando um repertório fortíssimo (incluindo “Bom Dia Portela”, “Deusa do Rio Niger” e “Pranto Livre”). Além de registrar o canto avassalador de Elza, o álbum chama atenção por seu instrumental, que une guitarra, órgão e naipes de sopro e de cordas a uma cozinha rítmica de cair o queixo. “Elza Soares” (1974) ressurge em uma edição especial em vinil feita para celebrar o legado de uma das maiores artistas que já nasceu no Brasil.